SOQNF ultimamente

  • Morre SOQNF. Mas morre de rir

  • Mais um sucesso: "¿Cómo estaba la plasa?"

  • Acabou a diversom, chegarom os Reis Católicos e mandarom parar

  • Fernando e Isabel, a mesma merda é!!!

  • U-1714*Catalaalatac! Porque a melhor defesa da Língua...

  • Fernando e Isabel, o casal de moda, flagrado em Vila Franca do Bérzio

  • O 7 de setembro [nom] é o nosso aniversário

  • Olho com o dedo ao olho!

  • Os passos do 'Graal' de Conde Roa

  • O novo projeto de Carlos Negreira, Ana Fernández e Anxo Lorenzo

  • Apostasia Antes do Apóstolo 2: mais/menos três!

  • O dia das letras está preto...

  • 18-A: Três meses depois, eis o vídeo!

  • A Apostasia segundo SOQNF

  • Pois isso, Mariano

  • Quem mexeu no meu códice?

  • "Conquista El Alentejo"

  • “Bienvenido, Mr. Mayor!”

  • Está tutto, Está tutto, Está tutto amig@s?

  • Anxocalypse now

  • Galiza, ano 2012

  • Matricular-te em 'Reli'? Ela nunca o faria!

  • Umha liçom de inglês... e de história

  • Jenifer, a nena de Iate, Els Catarres e Os Diplomáticos

  • A Lucy vai de #acampadaBCN... e levantam o acampamento!

  • Preparando o Assalto

  • O pepino espanhol volta à Europa

  • Modernos da Galiza, solidariedade

  • #acampadaobradoiro: “gosto” disto, “nom gosto” do outro

  • Plurilinguismo à Valenciana

  • 1486-2011

    525 anos de Doma & Castraçom

    Eurovisom 2011

    HOMENS DA LUTA
    Clube de Fãs - Galiza
    Entra no nosso grupo da rede social FACEBOOK
    Fai-te amig@ do nosso hominho no Tuenti!
    Canal SOQNF no YouTube

    Comentárom:

  • SOQNF 90's em Acabou a diversom, chegarom os Reis Católicos e mandarom parar
  • Joaquim Reboiras em Acabou a diversom, chegarom os Reis Católicos e mandarom parar
  • SOQNF 90's em Acabou a diversom, chegarom os Reis Católicos e mandarom parar
  • Manuel Morrinha em Acabou a diversom, chegarom os Reis Católicos e mandarom parar
  • galaico em Acabou a diversom, chegarom os Reis Católicos e mandarom parar
  • dd em 525 anos de Doma e Castraçom: o logo
  • MARCIO DE CASTRO SOUZA em Os Castro II: Azul sobre prata
  • LOL em 525 anos de Doma e Castraçom: o logo
  • Sara Castro em Os Castro II: Azul sobre prata
  • Antonio Pinto em Dos acontecimentos de "Valencia do Miño"
  • Mariluz Gomez Gomez em Tão portuguesa como castelhana
  • plinio rideiro de castro neto em Os Castro II: Azul sobre prata
  • España España em Tony Lomba: "Llevo tatuado en los güevos la hoz y el martillo desde hace siglos"
  • gallego em O pepino espanhol volta à Europa
  • gallego em Acabou a diversom, chegarom os Reis Católicos e mandarom parar
  • tonylombardo em Tony Lomba: "Llevo tatuado en los güevos la hoz y el martillo desde hace siglos"
  • plinio rideiro de castro neto em Os Castro II: Azul sobre prata
  • Emilia Pardo Bazán em Morre SOQNF. Mas morre de rir
  • Picheleiro em Morre SOQNF. Mas morre de rir
  • Camarada 64 em Morre SOQNF. Mas morre de rir
  • Lucy Ewing em Morre SOQNF. Mas morre de rir
  • Vixía em Morre SOQNF. Mas morre de rir
  • Trave em Morre SOQNF. Mas morre de rir
  • Profundador em Morre SOQNF. Mas morre de rir
  • Queridos amigos de la derecha extravagante: em Morre SOQNF. Mas morre de rir
  • Jenaro Jesus Marinhas em Acabou a diversom, chegarom os Reis Católicos e mandarom parar
  • Queridos amigos de la derecha extravagante: em Acabou a diversom, chegarom os Reis Católicos e mandarom parar
  • manuelmorrinha em Morre SOQNF. Mas morre de rir
  • koroshiya itchy em Morre SOQNF. Mas morre de rir
  • La otra em Morre SOQNF. Mas morre de rir
  • Começámos?

    Contra Espanha e o Capital, "dientes, dientes que es lo que les jode"

    Caminho a_Teu

    Morre SOQNF. Mas morre de rir

    Um exclusivo de...
    seioque
    Segunda, 19 de Setembro de 2011

    Nom está bem rir das desgraças alheias. Mas rir das próprias desgraças nom está mal. Precisamente isso foi o que figemos na passada quinta-feira, 15 de setembro, em comemoraçom do 525º aniversário da chegada dos Reis Católicos a Santiago de Compostela, dando simbólico início ao que Castelao, citando livremente os Anais de Aragom de Jerónimo Zurita, chamou de "Doma e Castraçom do Reino da Galiza". Quatro dias depois, eis as imagens do evento (fotos e vídeos):

    Guerra das bandeiras no Hostal dos Reis Católicos [1 a 7]. Fotos de família, para a posteridade, perante a fachada do Hostal [8 e 9] e perante a Catedral [10 a 13] Manifestaçom Nacional no Obradoiro [14]. Queima do Pendom dos Reis Católicos [15 a 19]. Fotos: Borja de Hérnia, Alfredo Tascas & Duarte do Castelo Vasco.


    Queima do Pendom dos Reis Católicos. Vídeo: Alfredo Tascas.



    Nós, polas nossas partes, dámos por cumprido o nosso compromisso de un triênio (2008-2011) de luita subversivo-esmorgueira com o Povo Galego (V. Manifesto Cruel e Poderoso) e fechamos o chiringuito.

    No entanto e visto que, segundo El Libro del Limosnero de Isabel la Católica, os Reis Católicos permanecerom em Compostela até dia o 16 de outubro, ainda temos margem para ir subindo a esta página mais algumha foto e/ou vídeo.

    Seioqueee tem mais encantooo -Quando?- na hoooraaa da despediiidaaa... ;)


    Atualizaçom QUA, 21-SET-2011, 18h30 (hora portugalega)

    Seis dias depois do evento, atualizamos este último (e derradeiro?) post de SOQNF com mais três vídeos enviados polo nosso grande amigo Duarte do Castelo Vasco:

    Leitura coletiva do 'Manifesto Cruel e Poderoso'


    Manifestaçom Nacional no Obradoiro (I)


    Manifestaçom Nacional no Obradoiro (e II)


    Facebook DoMelhor Twitter
    Escrito às 0:00 nas categorias: O ecrám barato

    Mais um sucesso: "¿Cómo estaba la plasa?"

    Um exclusivo de...
    Borja de Hérnia
    Sexta, 16 de Setembro de 2011

    [Fazer click em riba da imagem para alargá-la]

    Ontem, com o galho do 525º aniversário da chegada dos Reis Católicos a Santiago de Compostela, voltamos a encher a Praça do Obradoiro. Pode que não em número de pessoas mas sim de berros, ridiculismo e vergonha histórica.

    A pontualidade não é uma virtude muito valorizada nos nossos dias na Galiza e é por isso que a maioria dos assistentes chegaram a partir das 21:00 (GMT+2). No momento de maior afluência de público éramos umhas 30 pessoas, segundo a organização, e uns 50-100 segundo a polícia.

    Motivação, leitura de manifesto, luta de bandeiras, 'paseillo', cânticos, queima de pendão e muito mais que poderedes ver em breve em fotos e vídeos.

    Porque "Fernando e Isabel a mesma merda é!" e "Com estes réis imos de cu" seguiremos a usar o humor, a paródia, a substituiçom simbólica e o surrealismo político frente ao pequeno-imperialismo espanhol. Aqui ou onde seja. Viva Galiza ceive, cruel e poderosa!

    Facebook DoMelhor Twitter
    Escrito às 12:42 nas categorias: Se estám passando, Borja de Hérnia

    Acabou a diversom, chegarom os Reis Católicos e mandarom parar

    Um exclusivo de...
    Jenaro Jesus Marinhas
    Quinta, 15 de Setembro de 2011
    Pórtico do “Hospital dos Reis Católicos”, edifício construido entre 1501 e 1511 na sequência da “peregrinaçom” que em 1486 figeram a Santiago de Compostela Isabel I de Castela (direita) e Fernando II de Aragom (esquerda).

    Nun dia igual a hoje (15 de setembro), há 525 anos atrás (em 1486) faziam os Reis Católicos a sua entrada triunfal em Santiago de Compostela, capital dum definitivamente cativo e desarmado Reino da Galiza.

    Derrotado o Marechal Pardo de Cela três anos antes (A Frouseira, 1483), a sua filha Constanza de Castro e o seu esposo Fernám Ares Saavedra, um (Cal da Loba, 1485), com a morte de Pedro Álvarez de Soutomaior a.k.a. Pedro Madruga em terra estranha (em Alba de Tormes) e em estranhas circunstâncias e a derrota (em Ponferrada) de Rodrigo Henríquez Osório, II Conde de Lemos, em 1486 Galiza sem nobres fica que a poidam governar (parafraseando o presidente norteamericano Franklin Delano Roosevelt em referência ao ditador nicaraguano Anastasio Somoza: seriam uns filhos da puta, mas eram os nossos filhos da puta!) e os Reis Católicos já podem fazer da sua capa (capadura, castraçom) um saio.

    Portanto, a data de hoje (melhor do que a do 17 de dezembro, data da decapitaçom do Marechal Pardo de Cela, pensamos nós) pode simbolizar o início da tristemente célebre “Doma e Castraçom do Reino da Galiza”.

    Nom obstante (por respeito à tradiçom galeguista e à memória do “velho e carrancudo Marechal”) em 17 de dezembro de 2008 concentramo-nos na Praça do Obradoiro (perante o Hostal dos Reis Católicos) para comemorarmos os 525 anos de “Doma & Castraçom” que naquele dia se completavam (se tomávamos como data de início da mesma a da decapitaçom do Marechal).

    Dous anos e quase nove meses depois, hoje, 15 de setembro de 2011, às 20h30 (hora pequeno-imperial, menos umha hora na Galiza e Portugal) regressaremos ao Obradoiro para:

    1º) Comemorarmos o 525º aniversário da chegada dos Reis Católicos a Santiago de Compostela (o que simbolicamente, insistimos, pode significar o início da “Doma & Castraçom” da “Naçom de Breogam Forrest Gump”).

    2º) Despedirmos Sei O Que Nos Figestes... Nos Últimos 525 Anos porque, amigas e amigos, hoje SOQNF chega ao fim do seu período vital. Nom é porque Sé Lo Que Hicísteis..., o nosso programa de cabeceira, tenha terminado já há quatro meses atrás. A data de validade deste entusiasmante projeto já estava escrita no Manifesto Cruel e Poderoso, o nosso manifesto fundacional:

    “Na linha subversivo-esmorgueira marcada polos esquisitos cadáveres da VA-CA, a CA-CA), os ASF, a FREAC e, mais recentemente, as iniciativas ridiculistas de TGCG, proclamamos a Resistência Fútil contra a colonizaçom mental do Império Pequeno.

    O pretexto é, mais uma vez, a comemoraçom de uma efeméride: os 525 anos do que Castelao, citando (livremente) os Anais de Aragom de Jerónimo Zurita, denominou a «doma e castraçom do Reino de Galiza». Um processo de centralizaçom política cujo início podemos acoutar simbolicamente entre duas datas: o mês de Dezembro de 1483, em que o rebelde Pardo de Cela foi decapitado «por cruel e poderoso», e os mese de setembro-outubro de 1486, em que os Reis Católicos vinhérom comer uma mariscada a Santiago de Compostela, capital duma Galiza já submissa ao poder real. Portanto, e se nom nos dá antes a Frouxeira, serám três anos (2008-2011) para comemorar (e bebemorar) a tradiçom e a mitologia galeguista em clave pop e renovar os nossos votos a favor de Joana, a raínha que para os espanhois é «la Beltraneja» e para os portugueses é «a excelente Senhora».”

    Mas isto nom é um “adeus!” Isto é um “até as sete e meia!” ou um “até as oito e meia, hora pequeno imperial!” ;)

    525º aniversário da chegada dos Reis Católicos a Santiago de Compostela

    Praça do Obradoiro
    (imediações do Hostal dos Reis Católicos)
    20h30 (hora pequeno-imperial)

    PROGRAMA (p):
    Leitura (coletiva) do 'Manifesto Cruel e Poderoso'
    Discursos
    Interpretaçom (a capella) da 'Marcha do (Antigo) Reino de Galiza'
    Surpresas
    Queima do pendom dos Reis Católicos
    Despedida e feche.

    [Evento no Facebook]

    Seioqueee tem mais encantooo -Quando?- na hoooraaa da despediiidaaa... ;)

    Facebook DoMelhor Twitter
    Escrito às 10:46:07 nas categorias: Jenaro Jesus Marinhas, Sei o que ides fazer, Back to the Future

    1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 ... 213 >>